SENHOR, MOSTRA-ME A TUA GLÓRIA!

SENHOR, MOSTRA-ME A TUA GLÓRIA!

 1 – Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.

2 – Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus!

3 – Sê exaltado, ó Deus, sobre os céus; seja a tua glória sobre toda a terra.

4 – Apareça a tua obra aos teus servos, e a tua glória, sobre seus filhos.

5 – E bendito seja para sempre o seu nome glorioso; e encha-se toda a terra da sua glória! Amém e amém!

6 – Encha-se a minha boca do teu louvor e da tua glória todo o dia.

 Todos: Senhor, mostra-me a tua glória!

 1 a 3 – Foi esse o desejo de Moisés:

4 a 6 – Ver a glória do Senhor!

 1 – Para Ele não bastava ver os milagres, sentir a presença de Deus guiando seu povo, ou ver a nuvem durante o dia e o fogo durante a noite.

2 – Moisés queria mais! Queria experimentar sua majestade e realeza, contemplar a sua face, ser participante da glória do Senhor!

3 – E mesmo que não lhe foi possível contemplar o Senhor em toda sua essência, ele pôde, ao menos ver um pouco dessa glória, pois o Senhor lhe disse:

4 – Eis aqui um lugar junto a mim; sobre a penha, te porás.

5 – E quando a minha glória passar, eu te porei numa fenda da penha, e te cobrirei com a minha mão, até que eu haja passado.

6 – Depois, quando eu tirar a mão, me verás pelas costas; porém a minha face não se verá.

 Todos: E Deus está procurando adoradores como Moisés, que cheguem ao culto dizendo: Senhor, nesta noite, mostra-me a tua glória!

 1 – No ano em que morreu o rei Uzias, Isaias viu ao Senhor sentado sobre um alto e sublime trono e sua glória enchia o templo!

2 – Acima dele estavam querubins, os quais clamavam uns para os outros dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos e toda a terra está cheia de sua glória!

3 – Então ele disse: Ai de mim que vou perecendo, pois sou homem de lábios impuros e habito no meio de um povo de impuros lábios!

4 – Mas eis que um dos serafins apanhou uma brasa viva do altar com uma tenaz e voou até mim e tocou os meus lábios com a brasa ardente!

5 – Depois me disse: Eis que a tua iniquidade foi tirada e o teu pecado perdoado. Depois disto, a voz do Senhor clamou dizendo: A quem enviarei? E quem há de ir por nós?

6 – Agora Isaías pode responder: Eis-me aqui, envia-me a mim!

 Todos: Porque quando o crente vê a glória de Deus, acontece mudança na sua vida!

 1 – E quando a glória de Deus se revela, há livramento!

2 – Quando estavam os espias falando ao povo de Israel dando o relatório sobre a terra prometida, Josué e Calebe tinham fé de que Deus entregaria aquela terra em suas mãos!

3 – Mas os outros dez fizeram tremer o coração do povo dizendo que os habitantes eram gigantes e que nunca os venceríamos!

4 – E quando Josué e Calebe quiseram fortalecê-los, fazendo-lhes lembrar das grandes promessas de Deus, o povo os quis apedrejar!

5 – Mas, eis que a glória de Deus desceu na nuvem sobre a Tenda da Congregação e lhes deu o grande livramento, não deixando que o povo os matasse!

6 – E ainda nos prometeu que somente aqueles dois que foram fieis e confiaram em suas promessas entrariam naquela terra!

 Todos: Porque na presença da glória de Deus há livramento, há promessa, há bênçãos inefáveis!

 1, 2 – Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao teu nome seja a glória, por amor da tua benignidade e da tua verdade.

3, 4 – Exaltado está o Senhor, acima de todas as nações, e a sua glória, sobre os céus.

5, 6 – Que louvem o nome do Senhor, pois só o seu nome é exaltado; a sua glória está sobre a terra e o céu.

 Todos: Revela, Senhor, a tua glória nesta noite!

 1 – Quando o crente vê a glória de Deus, vê o poço aberto à sua frente como Hagar!

2 – Quando o crente vê a glória de Deus, volta com o rosto brilhando como Moisés!

3 – Quando o crente vê a glória de Deus, ele atende ao chamado do Senhor como Gideão!

4 – Quando o crente vê a glória de Deus, mesmo que esteja na fornalha de fogo, ele passeia como Ananias, Misael e Azarias!

5 – Ainda se estiver na cova, os leões não lhe farão dano porque a glória do Senhor está presente!

6 – Quando o crente vê a glória de Deus, ele tem resposta de Deus, como teve Zacarias!

 Todos: Quando o crente vê a glória de Deus, ele ri, ele chora, ele canta e dá glória. Ninguém consegue se conter diante da presença poderosa desse Deus majestoso e excelente que é digno de toda honra, toda glória, todo louvor, toda adoração!

 1 – E hoje, nós louvamos a Deus porque a sua glória tem sido manifesta através deste Conjunto Musical!

1 – São 23 anos de louvor e adoração ao seu nome!

1 – Muitas vezes estamos tristes, angustiados, com problemas, mas quando louvamos, a sua glória se revela e os nossos corações transbordam de alegria!

1 – Não podemos deixar de louvar! Somos muito gratos a Ele por tudo quanto nos tem concedido!

1 – Salvação, vida eterna, gozo do céu, batismo com Espírito Santo, força, graça e vitória! Tudo isso temos naquele que nos amou!

1 – E nesta noite, mais uma vez pedimos:

 Todos: Senhor, mostra-nos a tua glória! A mesma glória que desceu no tabernáculo e encheu a tenda da congregação; a mesma glória que Isaías viu; a glória que a João foi revelada na Ilha de Patmos! Revela-nos, Senhor, a tua glória! Cobre-nos com tua glória! Usa-nos para a tua glória!

One response to “SENHOR, MOSTRA-ME A TUA GLÓRIA!

  1. ESTES JOGRAIS SÃO LINDOS, MUITO INSPIRADO, QUE DEUS CONTINUI LHE ABENÇOANDO E LHE DANDO SABEDORIA. QUANDO O SENHOR TE ABENÇOA, VOCÊ NOS ABENÇOA TAMBÉM.