EU TE LOUVAREI, PORQUE DE UM MODO TERRÍVEL

E TÃO MARAVILHOSO FUI FORMADO!

 

1 – Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e quando me levanto; de longe penetras os meus pensamentos.  Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar e conheces todos os meus caminhos. Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, tu aí estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também; se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.  Nem ainda as trevas me escondem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa. Pois tu formaste o meu interior tu me teceste no ventre de minha mãe.

 

Todos: Eu te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado!

 

2 – Querida Igreja, não existe nada tão grande quanto o amor de Deus! É um amor insondável, que ultrapassa todo entendimento. Por causa deste grande amor, Deus nos criou, deu-nos vida e nos tem sustentado até hoje. Que maravilhoso milagre, o da criação de Deus. E Ele nos criou com um objetivo específico: Louvar e glorificar o seu nome e mostrar, através de nós, o seu poder e grandeza! Cada detalhe do nosso corpo mostra o quanto somos importantes para ele. E a nós, só cabe louvar e exaltar o seu nome pelo modo tão maravilhoso pelo qual fomos formados!

 

3 – Quando andávamos sem Cristo, desgarrados como ovelhas perdidas, opressos pelo inimigo das nossas almas, pudemos ouvir a ordem de Deus que dizia: “Trazei meus filhos de longe e minhas filhas das extremidades da terra, a todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória; eu os formei, sim, eu os fiz!” E agora, nós que estávamos longe, chegamos para perto. Temos o direito de entrar no santuário para oferecer ao Senhor nossos sacrifícios de louvor. Portanto, não podemos ficar de bocas fechadas nesta noite, mas devemos exaltar ao Senhor de nossas vidas, que nos criou para sua glória e nos salvou pelo sacrifico de Cristo no calvário!

 

Todos: Vamos louvar ao Senhor que nos formou de modo tão maravilhoso e pelo seu tão grande amor para conosco!

 

4 – Ana foi uma mulher que pode entender o grande amor de Deus para conosco através da sua vida! Quantas vezes ela foi oprimida por Penina, sua rival! Esta zombava e irritava a Ana por ela ser estéril e sua angústia era tanta que ela muitas vezes nem queria alimentar-se. Até mesmo quando iam à adoração, Penina a angustiava. Mas um dia, Ana entrou no tabernáculo e derramou a sua queixa perante o Senhor e Deus concedeu-lhe não apenas um filho, mas seis! E enfim, Ana também pôde cantar dizendo: O meu coração exulta ao SENHOR, o meu poder está exaltado no SENHOR; a minha boca se dilatou sobre os meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação. O arco dos fortes foi quebrado, e os que tropeçavam foram cingidos de força. Levanta o pobre do pó, e desde o monturo exalta o necessitado, para fazê-lo assentar entre os príncipes, para fazê-lo herdar o trono de glória.

 

5 – O Rei Ezequias também pôde experimentar a maravilhosa forma como o Senhor cuida de nós. Toda a sua vida foi de amor e obediência ao Senhor e à sua palavra. Porém, Ezequias adoeceu e o Senhor lhe enviou o profeta Isaías dizendo: “Assim diz o Senhor: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás”. Mas o crente que louva a Deus com a sua vida, com suas ações, tem sempre algo a oferecer ao Senhor, por isso virou Ezequias o seu rosto para a parede, e orou ao Senhor. E Deus o ouviu e lhe deu mais 15 anos de vida e Ezequias louvou ao Senhor dizendo: “Porque não te louvará a sepultura, nem a morte te glorificará; nem esperarão em tua verdade os que descem à cova. Os vivos, os vivos esses te louvarão!”. E se tu estás vivo nessa noite, abre a tua boca em glorificação ao Senhor, pois ele está aqui para receber o teu louvor!

 

6 – E porque Deus é o nosso louvor e a nossa vitória, nenhum inimigo sustem-se de pé na frente dos escolhidos do Senhor! Deus fez assim na vida de Davi e faz na minha e na tua também. Davi foi perseguido e quase morto por Saul, foi rejeitado por seus irmãos quando foi ungido rei, foi desprezado por Golias quando foi lutar contra ele, mas nenhum desses ficou de pé, pois Davi confiava no Senhor! Por isso, Davi pôde cantar quando Deus o livrou das mãos dos seus inimigos: "O SENHOR, digno de louvor, invocarei, e de meus inimigos ficarei livre. Vive o SENHOR, e bendito seja o meu rochedo; e exaltado seja Deus, a rocha da minha salvação. Por isso, ó SENHOR, te louvarei entre os gentios, e entoarei louvores ao teu nome.”.

 

7 – Durante este ano, esse Vocal passou por muitas lutas, mas assim como Josafá, recebemos vitória através do nosso louvor! Pois, quando os inimigos subiram contra Judá, ele subiu ao Templo a orar e o Senhor lhe disse: “Não temais, nem vos assusteis; amanhã lhes saí ao encontro, porque o Senhor será convosco!” E no dia seguinte, povo saiu à peleja e Josafá ordenou que os cantores estivessem na frente e louvassem a Majestade Santa, com voz mui alta. E eles saíram na frente dos armados, exaltando ao Senhor com Júbilo dizendo: “Louvai ao Senhor porque a sua benignidade dura para sempre”. E fazendo todos assim, o Senhor pôs emboscadas contra os que vinham contra Judá e todos foram desbaratados! E Josafá e todo o povo agradeceram a Deus por tão grande livramento!

 

8 – E não é diferente nos dias de hoje, pois o Senhor ainda continua com o seu povo! Quando o inimigo se levanta, o Espírito do Senhor peleja por nós! Quando ele arma ciladas, ele mesmo é que cai nelas! E nós prosseguimos louvando ao Deus vivo, que nos dá a vitória! E nós te louvamos, Senhor Jesus, porque tu nos tem mantido de pé durante esses ____ anos! Quantas barreiras se levantaram, mas tu, com tua grande fidelidade, tem nos dado livramento, tem nos dado vitória, tem nos dado força para louvar o teu santo e excelso nome! Nós te louvamos pelo teu amor, a tua graça, a tua infinita misericórdia!

 

Todos: E nesta noite, nós te louvamos e te agradecemos, Senhor, pelo modo terrível e tão maravilhoso pelo qual fomos formados!

 

 

Ore, jejue, decore e compareça aos ensaios.

Sua dedicação – a garantia de sua participação. Sua participação – a garantia de Deus operar em sua vida!

www.jograis.oi.com.br