UM CÂNTICO HAVERÁ ENTRE VÓS

 

1 – Cantai ao Senhor um cântico novo, cantai ao Senhor, todos os moradores da terra. Cantai ao Senhor, bendizei o seu nome; anunciai a sua salvação de dia em dia. Anunciai entre as nações a sua glória; entre todos os povos, as suas maravilhas. Porque grande é o Senhor e digno de louvor, mais tremendo do que todos os deuses. Celebrai com júbilo ao Senhor, todos os moradores da terra; dai brados de alegria, regozijai-vos e cantai louvores. Cantai ao Senhor um cântico novo, porque ele fez maravilhas; a sua destra e o seu braço santo lhe alcançaram a vitória. O Senhor fez notória a sua salvação; manifestou a sua justiça perante os olhos das nações.

 

Todos: Um cântico haverá entre vós!

 

2 – Querida Igreja, quando estávamos no mundo, podemos lembrar que a nossa vida era triste. Não tínhamos razão pra viver e muito menos para cantar. Mas o Senhor veio em nosso socorro. Ele nos Tirou de um lago horrível, de um charco de lodo; pôs os nossos pés sobre uma rocha, firmou os nossos passos e pôs um novo cântico em nossas bocas, um hino de louvor a Deus! Hoje temos razões de sobra para cantar, para testemunhar que Jesus veio ao mundo para nos salvar! Com o seu sangue, Ele nos comprou para Deus e nos tornou dignos de louvar o seu nome. Esse é o motivo da existência desse coral: louvar e exaltar ao Senhor que pôs um novo cântico em nossas bocas e nos disse:

 

Todos: Um cântico haverá entre vós!

 

3 – E porque Deus é a razão do louvor do crente, ele só canta vitória! Quando os filhos de Israel vieram a desviar-se e buscar outros deuses, o Senhor os entregou nas mãos do rei de Canaã. Mas eles se converteram e clamaram ao Senhor e Ele os ouviu, levantando Débora, mulher profetisa e juíza em Israel naqueles dias! E quando ela e Baraque conclamaram o povo para a guerra, o Senhor derrotou a Sísera, a todos os seus carros e todo o exército diante dos filhos de Israel! E Débora entoou um cântico de louvor ao Senhor! O inimigo tem se levantado para impedir a tua vitória? Louva ao Senhor, pois ele vai marchando adiante de ti!

 

Todos: E então um cântico haverá entre vós!

 

1 – Sim, temos um cântico entre nós nesta noite porque muitas foram as lutas, mas hoje estamos comemorando 30 anos de vitórias. Como poder contar quantas provas passamos, mas o Senhor esteve conosco, assim como foi com Josafá naquela peleja contra os amonitas. O povo temeu, mas Josafá confiou no Senhor. Proclamou um jejum, chamou o povo para orar e o Senhor se fez presente naquela reunião e lhes disse: Nesta peleja não tereis que pelejar: a peleja não é vossa, é de Deus! E no dia seguinte, enquanto eles louvavam, o Senhor desbaratou os céus inimigos e foram derrotados. E o Senhor também está conosco, na nossa frente, guerreando as nossas guerras e garantindo a vitória, pois ele é o nosso louvor e o nosso Deus!

 

Todos: Por isso, um cântico sempre há entre nós!

 

5 – Mas, um dia, um cântico especial haverá entre nós. É o dia em que este coral, junto com esta igreja vitoriosa, deixaremos este mundo com suas lutas e sofrimentos e estaremos todos juntos cantando o hino da vitória ao adentramos os portais celestiais! Essa é a nossa maior esperança e nossa maior certeza! Não há alegria neste mundo que possa se comparar ao gozo eterno que fruiremos ali. Não há luta ou aflição no tempo presente que possa ofuscar a glória que em nós há de ser revelada! Por isso vale a pena sofrer neste mundo, porque lá Deus enxugará de nossos olhos todas as lágrimas e nós reinaremos com ele para sempre. E ali:

 

Todos: Um cântico haverá entre nós!

 

6 – E é por isso que esse coral está em festa. São 30 em que em nossas bocas está o cântico do Senhor! Ele tem sido o nosso Deus e a razão do nosso louvor. Nas lutas, nas dificuldades, nas enfermidades, nas tristezas a sua presença é constante transformando a luta em vitória, a doença em saúde e a tristeza em alegria. Louva, Igreja, ao Senhor mesmo quando estiveres na luta, pois um dia irás cantar como Miriã cantou! Louva a Deus como Paulo e Silas e verás os cárceres serem abalados! Se os teus inimigos se levantarem contra ti, faze como Josafá: Põe-te a louvar a Deus e eles serão desbaratados! E nós te louvamos, Senhor, nós te glorificamos pelos 30 anos do “Vozes Celestes” e por tudo quanto tens feito por nós. E com alegria dizemos:

Todos: Um cântico haverá entre vós!