OUVIDOS, SENHOR, À MINHA ORAÇÃO E ATENDE À VOZ DAS MINHAS SÚPLICAS

 

1 – Inclina, Senhor, os teus ouvidos, e ouve-me, porque estou necessitado e aflito.  Guarda a minha alma, pois sou santo: ó Deus meu, salva o teu servo, que em ti confia.  Tem misericórdia de mim, ó Senhor, pois a ti clamo todo o dia.  Alegra a alma do teu servo, pois a ti, Senhor, levanto a minha alma.  Pois tu, Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para todos os que te invocam. Volta-te para mim, e tem misericórdia de mim; dá a tua fortaleza ao teu servo, e salva-o.  Mostra-me um sinal para bem, para que o vejam aqueles que me odeiam, e se confundam; porque tu, Senhor, me ajudaste e me consolaste.

 

T - Dá ouvidos, Senhor, à minha oração e atende à voz das minhas súplicas!

 

2 – Oração.  Que palavra sublime, que encerra um significado tão importante e ao mesmo tempo, um caminho tão espinhoso.  A oração é o bálsamo para sarar nossas feridas; a oração é a chave que abra as portas do céu.  Ela chega até os celeiros onde estão entesouradas todas as dádivas do nosso Deus.  A Oração é o mais perfeito e singelo diálogo existente entre o homem e o seu Criador.  Quando oramos, Deus se torna cada vez mais real em nossas vidas e é na oração, que ele nos concede vitória!

 

T – É Orando, é orando que vamos vencer!

 

3 – Depois que o povo de Israel atravessou o Mar Vermelho, logo se depararam com o Deserto de Sur; e andaram três dias no deserto, e não acharam água.  Então chegaram a Mara; mas não puderam beber das águas de Mara, porque eram amargas.  E o povo murmurou contra Moisés, dizendo: Que havemos de beber?  Mas Ele clamou ao Senhor, e o Senhor mostrou-lhe uma árvore, que lançou nas águas, e as águas se tornaram doces.  Estás no deserto?  Não murmures como o povo de Israel!  Faze como Moisés: Clama ao Senhor!  E ele saciará a tua alma com águas doces, até que chegue a tua vitória!

 

4 – Por Eliseu desvendar os seus segredos, o rei da Síria enviou tropas para que cercassem a cidade onde ele se encontrava. E o servo do homem de Deus se levantou muito cedo e saiu, e eis que um exército tinha cercado a cidade com cavalos e carros; então o seu servo lhe disse: Ai, meu senhor! Que faremos?  Porém Eliseu lhe disse: Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles.  E orou Eliseu, e disse: Senhor, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o Senhor abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu.

 

5 – Quando o crente ora, Deus abre os seus olhos espirituais para que ele veja quão próxima está a sua vitória.  O crente que não ora, só enxerga as dificuldades, as lutas, os problemas!  Mas o crente que vive em constante comunhão com Deus através da oração, não se desespera, ele não desanima, pois sabe em quem tem crido.  Ele tem certeza de que o seu Redentor vive!  E, através da oração, ele supera as lutas, ele enxerga de longe a vitória, pois o nosso Deus tende à sua oração!

 

T – A oração é o elo de ligação que precisamos, para receber as bênçãos de Deus, o seu poder e o cumprimento de suas promessas.

 

6 – Jesus também nos ensinou que devemos orar sempre, e nunca desfalecer, dizendo: Havia numa cidade um certo juiz, que nem a Deus temia, nem respeitava o homem.  Havia também, naquela mesma cidade, uma certa viúva, que ia ter com ele, dizendo: Faze-me justiça contra o meu adversário.  E por algum tempo não quis atendê-la; mas depois disse consigo: Ainda que não temo a Deus, nem respeito os homens, todavia, como esta viúva me molesta, hei de fazer-lhe justiça, para que enfim não volte, e me importune muito.

 

7 – Então, querida Igreja, porque desanimar?  Se um homem injusto pôde fazer justiça àquela viúva importuna, quanto mais o teu Pai que está nos céus!...  Ele não te despreza, Ele jamais se esquecerá de ti!  Ele está contemplando as tuas lágrimas e a tua aflição!  Ora ao Senhor, pois ele atenderá a tua oração e ouvirá a tua súplica!

 

T – Sem oração, nada pode dar certo, mas Jesus nos diz: Pedi, pedi e dar-se-vos-á!

 

8 – Quando Abraão despediu a Agar, por causa de Ismael, ela partiu, andando errante no deserto de Berseba. E quando a água que ela tinha acabou, Agar lançou o menino debaixo de uma das árvores. E afastou-se dizendo: Que eu não veja morrer o menino. E levantou a sua voz, e chorou. Mas o meu Deus e  teu Deus, Igreja, Ele não despreza um coração contrito e humilde.  E ouviu Deus a voz do menino, e o anjo de Deus bradou a Agar desde os céus, e disse-lhe: Que tens, Agar? Não temas, porque Deus ouviu a voz do menino desde o lugar onde está. Ergue-te, levanta o menino e pega-lhe pela mão, porque dele farei uma grande nação. E abriu-lhe Deus os olhos, e viu um poço de água; e foi encher o odre de água, e deu de beber ao menino.

 

9 – Quantas vezes o desespero quer te dominar, fazendo até mesmo que tu penses em morrer!  Mas o Deus que se lembrou de Agar ainda vive!  E ele te ama muitíssimo, Ele não te esqueceu!  Lembra-te das promessas que ele te fez.  E Ele é fiel para cumprir com as suas promessas na tua vida!  Busca mais.  Espera no Senhor.  Não desanimes!  Pois ele está trabalhando ao teu favor, e quando menos esperares, o poço se abrirá à tua frente e tu te saciarás com a alegria da vitória!

 

10 – E é por isso, que este Círculo de Oração está em festa.  Durante estes ___ anos, nós temos orado e o Senhor tem respondido às nossas orações.  São curas, batismos com Espírito Santo, portas de emprego, decisões de almas, libertações de vidas e tantas maravilhas e sinais que o Senhor tem operado.  Ele não tem se esquecido da oração deste lugar.  Queres vitória?  Vem orar conosco, pois o nosso Deus tem vitórias e respostas para você!  E hoje, nós agradecemos a Deus, pelo seu amor e cuidado para conosco, porque:

 

Toda a comissão: O Senhor dá ouvidos à nossa oração e atende às nossas súplicas!

 

 

Para o Aniversário do Círculo de Oração em Deus te Guarde em 17.09.01

 

Ore, jejue, decore e compareça aos ensaios.

Sua dedicação – a garantia de sua participação. Sua participação – a garantia de Deus operar em sua vida!

www.jograis.oi.com.br