BENDIZE, Ó MINHA ALMA, AO SENHOR!

 

1 – Senhor, meu Deus, em ti confio; salva-me de todos os que me perseguem e livra-me; para que ele não arrebate a minha alma, como leão, despedaçando-a, sem que haja quem a livre; Tem misericórdia de mim, SENHOR, porque sou fraco; sara-me, SENHOR, porque os meus ossos estão perturbados. Até a minha alma está perturbada; mas tu, SENHOR, até quando? Volta-te, SENHOR, livra a minha alma; salva-me por tua benignidade. Eu me alegrarei e regozijarei na tua benignidade, pois consideraste a minha aflição; conheceste a minha alma nas angústias. Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei. Ele é a salvação da minha face e o meu Deus.

 

Toda Comissão: Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

 

2 – Bendize, ó minha alma, ao Senhor! Bendizer é o mesmo que louvar ou saudar a alguém. Nesta tarde, nós nos alegramos porque temos um Senhor que quem desejamos honrar e bendizer. O seu nome está acima de todos os nomes! Seu amor é inigualável; seu poder, incomparável; suas maravilhas são incontáveis! Ele reina acima de tudo e todos, pois dele é a terra e a sua plenitude! E mesmo sendo pequenos e imperfeitos como somos, ele nos ama e se importa conosco! Deu-nos do seu Espírito Santo e hoje o louvamos porque não há Senhor tão grande, tão maravilhoso, tão justo e tão amoroso! Ele é o nosso Deus para sempre; ele será nosso guia até à morte!

 

3 – Sim, Bendize, ó minha alma, ao Senhor e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome. Todo nosso ser deve louvar e bendizer ao Senhor, pois Ele é que nos criou mesmo quando nem sequer havíamos chegado a existir. Os nossos ossos não lhe foram encobertos, e no oculto ele nos formou como nas profundezas da terra. Não apenas os nossos lábios, não apenas a nossa voz, mas todo nosso corpo deve honrar ao Senhor. Nossos joelhos devem louvá-lo nos momentos de oração! Nossos pés devem honrá-lo levando a sua palavra. Nossas mãos devem louvá-lo ao estendermos um abraço amigo ao irmão aflito! Se temos saúde, devemos louvá-lo e agradecer-lhe, porque dele, por Ele e para Ele são todas as coisas!

 

4 – É o Senhor que perdoa todas as nossas iniqüidades! Quando estávamos nos mundo, o Senhor nos achou e nos resgatou. Ele nos comprou com o seu precioso sangue e nos filhos seus! E hoje, sabemos que podemos contar com Ele nas nossas fraquezas. Quando muitas vezes fraquejamos e erramos, ao nos ajoelharmos e clamarmos o seu perdão, Ele nos perdoa e nos faz sentir o calor do Espírito Santo em nossas vidas, tal como fez na vida do apóstolo Pedro! E assim como Ele nos perdoa, devemos perdoar também aos nosso irmãos. Somente quando nos humilhamos e perdoamos àqueles que nos ofendem, alcançamos a benção do Senhor e a nossa oração não será impedida!

 

5 – Sim, Querida Igreja, e o Senhor é que o que sara as nossas enfermidades! Ele operou no passado e opera no presente. Assim como ele curou a Ezequias quando já estava prestes à morte, Ele também continua curando hoje! Assim como ressuscitou a Lázaro, Ele também dá vida ainda hoje. Como fez que Sara concebesse um filho aos 90 anos, pode curar também as tuas enfermidades! Busca ao Senhor, ora e chora com todo coração, pois Ele se compadecerá de ti e te dará vitória! Se não podes enxergar a vitória como Bartimeu, Ele é o que está aqui para abrir os teus olhos! Se já buscastes a solução em todos os lugares, Ele é o mesmo que curou a mulher do fluxo de sangue! Dobra os teus joelhos com fé e alcançarás a benção do Senhor!

 

6 – E se nós hoje podemos entrar na presença de Deus para louvá-lo por 50 anos de vitória é porque o Senhor é quem redimiu as nossas vidas da perdição. Quando estávamos mortos em nossos delitos e pecados, o Senhor nosso Deus, o Grande Jeová dos Exércitos tirou de lá a nossa vida e hoje somos libertos pelo Sangue de Jesus. Assim como abriu o Mar Vermelho para que o seu povo passasse, ele tem ainda hoje abre para nós. O inimigo se levanta e arma ciladas, mas, através da nossa oração, o Senhor nos tem dado livramento. Mesmo não sendo merecedores, ele nos tem coroado com sua bondade e sua misericórdia! Ele é o que tem guardado as nossas vidas durante esses 50 anos! Ele é o que nos protege das setas do maligno e nós prosseguimos confiantes no Senhor, que é a nossa Bandeira!

 

 

 

 

7 – Durante esses 50 anos, podemos provar também que o Senhor é enche a nossa boca de bens. Ele é o que nos tem abençoado com toda sorte de bênçãos espirituais e materiais. Ele tem aberto as janelas do céu e derramado das suas bênçãos sobre nós. Quando estamos sendo provados, oramos e ele providencia o que é necessário.  Quando estamos cansados, ao entramos na sua presença, ele nos renova as forças. Portas de emprego têm sido abertas e outras bênçãos ele também nos tem concedido. Assim como fez na vida de Jó, em feito em nossas vidas: Ele nos prova, mas nos dá em dobro tudo aquilo que perdemos, pois ele é o nosso Jeová Jiré, o Deus da provisão!

 

8 – E hoje, estamos mais que felizes e agradecidos a Deus por tudo quanto nos tem concedido. São bênçãos, batismos, portas de emprego, renovos, libertação de vidas, curas divinas tudo isso porque a sua mão está estendida sobre este lugar e quem poderá impedi-la? Ele tem feito justiça e juízo a todos os oprimidos. Ele tem renovado as nossas forças como as da águia. E este Círculo de Oração está jubilando, com os seus corações transbordando de alegria, porque o Senhor tem feito coisas grandes durante esses 50 anos.  Crê, Igreja, que o teu Deus está a pelejar por ti nesta hora, porque só Ele é o que faz coisas grandiosas na vida de seu povo! E juntos, com bastante alegria, podemos dizer:

 

Toda Comissão: Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

 

Ore, jejue, decore e compareça aos ensaios.

Sua dedicação – a garantia de sua participação. Sua participação – a garantia de Deus operar em sua vida!

www.jograis.oi.com.br